A melhor alternativa para criar valor para as pessoas e para o Brasil é o estímulo para o agir e o fazer certo.

A melhor alternativa para criar valor para as pessoas e para o Brasil é o estímulo para o agir e o fazer certo..
– Márcio Gonçalves, Fundador da Criavalor e conselheiro da Besouro, Fomento Social.

O ano de 2019 começou e, ao mesmo tempo que percebemos um grande ânimo, ainda há uma certa angústia no ar com relação ao futuro para algumas pessoas. Com base nestas percepções, concluo que somos fruto dos estímulos e do meio onde convivemos. Ou seja, uma frustração ou uma chamada de atenção, por exemplo, podem ser interpretadas de formas completamente diferentes. Há quem provavelmente vá desenvolver depressão, se encaminhar para o isolamento, a penalização, o choro e culpar-se ou culpar o outro por tudo que aconteceu. Entretanto, há aqueles que podem sentir indignação e não aceite da situação, para estes, será um estímulo à mudança, melhoria contínua e evolução. Concordo que a ficha demora pra cair. As vezes só com um grande trauma, perda ou choque para que a consciência aconteça e o agir e fazer certo passe a ser a única alternativa.
Temos que desenvolver a capacidade da indignação. Isto passa pelo processo de conscientização. Ter a consciência da realidade a sua volta e fazer alguma coisa para modificá-la.
Ao longo dos mais de 15 anos atuando em projetos de gestão com foco em resultados financeiros em grandes organizações ratifiquei a ideia de que realmente quem cria valor são as pessoas. Depois que fui perceber que o meu papel nas equipes era focado no relacionamento humano, ou seja, como fazer o projeto dar certo, mas não pela execução das ferramentas de gestão, mas sim entendendo as pessoas e o seu grau de consciência sobre os impactos positivos que os projetos poderiam gerar.
De nada adianta as melhores estratégias, os melhores conselheiros, as melhores práticas de governança, a controladoria e seus relatórios, as rotinas padronizadas, os riscos mapeados (compliance) sem o engajamento das pessoas. Este engajamento passa por estímulos, e estímulos certos.
No ano passado tive o prazer e a honra de contribuir para a manutenção e o aprimoramento das atividades de um projeto voltado ao empreendedorismo por necessidade (By necessity), que utiliza a metodologia desenvolvida pelo professor Vinícius Mendes Lima. O método já realizado em mais de 170 municípios brasileiros, atingindo três mil pessoas entre 17 e 35 anos, onde cada participante conseguiu em 30 horas de atividades práticas em sala de aula tirar a sua ideia empreendedora do papel e já começar a faturar. O último levantamento constatou que nas comunidades carentes, onde houve este estímulo para agir, o impacto financeiro foi mais de R$10.000.000,00 (dez milhões de reais), ou seja, é dinheiro que fica e circula na localidade. 
Iniciativas como esta além de ser um empurrão para fazerem acontecer os sonhos de uma vida melhor, passa pela conscientização que boa parte da situação atual depende de cada um de nós e que o papel das pessoas voluntariosas é de empoderar este embrionário empreendedor a acreditar que só depende da vontade de querer aprender mais e aproveitar as oportunidades ou criá-las.
Um dos caminhos para agir certo é pelo empreendedorismo. Os resultados não são apenas negócios criados, mas sim vidas e famílias impactadas positivamente. Agir e fazer certo colocam as pessoas no caminho do bem, pois mostra que é possível ser feliz vivendo corretamente, sem precisar caminhar para a criminalidade.
Acredito que projetos como este e tantos outros são a mola propulsora para a geração de riqueza e redução das desigualdades.
Quando recebo relatos de como o tema empreendedorismo muda a realidade das pessoas, levando-as para a ação, fazendo certo e isto muda significativamente a vida delas e de suas famílias, tenho a consciência de que podemos fazer ainda mais e numa velocidade mais correta. 
Os projetos da Agência Besouro estão sempre abertos, acessa lá: www.agenciabesouro.com.br . Esta é uma iniciativa que começou aqui no Rio Grande do Sul, mas já está com presença em países da América Latina e Europa. Ajudar as pessoas e o ecossistema empreendedor a prosperar nas comunidades mais carentes do Brasil e do mundo é um dos nossos desafios iniciais. Vamos ajudar a criar valor para as pessoas, pois são elas o fator das grandes transformações.
Vem com a gente?
     
Por Márcio Gonçalves, Fundador da Criavalor e conselheiro da Besouro, Fomento Social.

Leave a comment

dez − sete =

Converse online pelo WhatsApp

Fale pelo WhatsApp